• Entrega Imediata

Livro Impresso

INTRODUÇÃO Á METODOLOGIA DA CIÊNCIA

  • ISBN:

    9788522415540

  • Edição: 2|1985
  • Editora: Atlas

Pedro Demo

R$  152,00
In stock
SKU
4285002
ou em até 7x de R$ 21,71
< >
Este texto parte da idéia de que as ciências sociais possuem especificidades que precisam de uma metodologia própria para suas pesquisas e análises. Tais especificidades advêm da realidade de que tratam, ou seja, uma
  • Formato: Impresso
  • Páginas: 120
  • Publicação: 24/04/1995
  • Capa: Brochura
  • Peso: 0,21 kg
  • Dimensões: 15,5 x 21,5
Este texto parte da idéia de que as ciências sociais possuem especificidades que precisam de uma metodologia própria para suas pesquisas e análises. Tais especificidades advêm da realidade de que tratam, ou seja, uma realidade intrinsecamente ideológica, histórica e política. Esta marca não impossibilita, porém, o uso dos métodos típicos das ciências naturais. Delas as ciências sociais têm muito que aprender. Mas não podem descaracterizar-se, porquanto, reduzindo a realidade social à natural, não se explica, apenas se deturpa.

 

O texto assume que a metodologia própria das ciências sociais seja a dialética, porque é mais capaz de aprender as particularidades da realidade social, tais como: historicidade, processualidade, ideologia, consciência histórica, dimensões qualitativas e identidades de contrários. Nem por isso se esconde o fato básico de que não pode existir uma única dialética. Pelo contrário, são muitas; e há até mesmo contraditórias.

 

No relacionamento com o objeto adota a óptica do "objeto construído", porque estabelece um contato dinâmico e fecundo entre o pesquisador e a realidade pesquisada. Não se fixa em campos exclusivos de pesquisa, principalmente da pesquisa empírica clássica. Reconhece, pelo menos, quatro gêneros de pesquisa: a teórica, a metodológica, a empírica e a prática.

 

O texto mostra ainda que a construção científica é também um fenômeno social e evidencia que a ideologia é parte integrante da ciência. Não coloca a possibilidade de a eliminar, mas a de controlar. Através de seu controle, é viável chegar a uma produção científica, na qual a parte científica predomina sobre a parte ideológica. Neste sentido, as posturas que se aferram à objetividade, além de deturpar o objeto das ciências sociais escamoteiam outras ideologias.

 

Por fim, para dar um toque de maior utilidade prática à metodologia, o autor forjou várias linhas de exercícios, através das quais o leitor poderá aprender a metodologia, não somente como um tipo de reflexão teórica, mas igualmente como autêntica pesquisa.

 

Livro-texto para a disciplina METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA, dos cursos de graduação em Ciências Sociais.

1    INTRODUÇÃO AO ENSINO DA METODOLOGIA DA CIÊNCIA
    1.1    Considerações Introdutórias
    1.2    Particularidades das ciências humanas e sociais
    1.3    O que é metodologia?
    1.4    O que é pesquisa?

 

2    CONSTRUÇÃO CIENTÍFICA
    2.1    Observações iniciais
    2.2    Demarcação científica
    2.3    Os limites da demarcação científica
    2.4    O objetivo construído
    2.5    Os passos do trabalho científico

 

3    ALGUNS PRESSUPOSTOS METODOLÓGICOS
    3.1    Os princípios da construção da ciência
    3.2    Regularidade da realidade
    3.3    Condicionamentos sociais
    3.4    Estrutura e história
    3.5    Ciência e realidade

 

4    CIÊNCIA E IDEOLOGIA
    4.1    A ideologia e a neutralidade
    4.2    O que é ideologia
    4.3    Objetividade e neutralidade
    4.4    A ciência é uma utopia

 

5    TEORIA E PRÁTICA
    5.1    Observações iniciais
    5.2    A importância da prática
    5.3    A posição social do cientista

 

6    ELEMENTOS DA METODOLOGIA DIALÉTICA
    6.1    Observações introdutórias
    6.2    Pressupostos iniciais
    6.3    Dialética e estrutura
    6.4    Dialética marxista
    6.5    Ciências sociais e dialética

 

7    OUTRAS METODOLOGIAS IMPORTANTES
    7.1    Notas iniciais
    7.2    Empirismo e positivismo
    7.3    Estruturalismo
    7.4    Sistemismo

 

8    ALGUNS EXERCÍCIOS METODOLÓGICOS
    8.1    Algumas linhas
    8.2    Algumas exemplificações

 


Pedro Demo

 

Pós

 

doutor pela Universty of California at Los Angeles (UCLA) (1999

 

2000)

 

Ph.D. em Sociologia pela Alemanha Ocidental (Defesa de tese em 1971, publicada em alemão em 1973)

 

 

Professor Titular aposentado e Emérito de Sociologia da Universidade de Brasília (UnB)

 

Foi professor da PUC

 

RJ, da UFF, do IUPERJ, entre 1972 e 1974

 

Autor de publicações nas áreas de metodologia científica e de política social (com acentuação em educação)

 

Foi Pesquisador do IPEA (até 1994)

 

Autor de mais de 70 livros